Imprimir

Programação Cultural: 01/04/21 a 30/04/21

Evento 

  Título: Oficinas Culturais - Programa de Formação para o Interior [Abril]

  Data: 01/04/21 - 30/04/21

  Horário:

  Segmento: Oficinas

  Ingresso: Gratuito

  Recomendação: Ver na descrição da atividade

 


Local

Mapa

Evento online

Endereço: Evento online, Mogi das Cruzes/SP - CEP 08700000

 


Descrição


Estão abertas as inscrições para as oficinas que acontecerão no mês de abril, ao vivo, via Zoom


OFICINA: INTRODUÇÃO À EDIÇÃO DE VÍDEO DIGITAL

Coordenação: Lucas Gervilla

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 10h às 12h

Inscrições: 23/3 a 6/4

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Podem participar estudantes, jovens produtores, cineastas iniciantes, entusiastas do cinema (documentário e ficção), pessoas que queiram trabalhar como Youtubers, vlogers, e ainda profissionais que passaram a exercer seus trabalhos através de vídeo durante a pandemia. Não é necessário ter experiência prévia, nem equipamento profissional, podem ser usados computadores, celulares ou tablets.

Link para inscrição: https://forms.gle/MErMPYaQT6CurnhZ6

Sinopse:

Por meio de explicações seguidas de exercícios rápidos será apresentada a edição como processo fundamental na produção audiovisual. Durante a oficina, os participantes entram em contato diferentes técnicas e conceitos de edição e montagem, visando fornecer aos participantes elementos para o enriquecimento de seus vídeos.

Lucas Gervilla é doutorando e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP e graduado em Comunicação e Multimeios pela PUC-SP. Trabalha com audiovisual desde 2005 e já participou de mais de 160 produções. Dirigiu os longa-metragens “Ruinoso” e “Fora da Capital”, ambos de 2020. Foi comissionado pelo Canal Futura para a produção do curta-metragem: “Edmur e o Caminhão” (2018). Recebeu a bolsa “Mobility Fund” (2017), oferecida pelo Prince Claus Fund. Trabalhou junto com os cineastas Kiko Goifman e Lucas Bambozzi. Atua como oficineiro desde 2018. Maiores informações: www.gerva.me



OFICINA FUNDAMENTOS EM NEGÓCIOS DE MÚSICA – DIREITO AUTORAL E MONETIZAÇÃO

Coordenação: Ricardo Cantaluppi

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 23/3 a 6/4

80 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Músicos, gestores públicos, agentes e produtores culturais, pesquisadores, representantes de coletivos,  movimentos e instituições culturais, produtores musicais, técnicos e operadores da área de entretenimento e demais interessados pelo tema

Faixa etária: 18 anos

Link pro formulário:https://forms.gle/dc89qkLQSzmQFjqWA


Sinopse:

A oficina pretende ampliar o conhecimento dos participantes sobre as atividades, funções e exigências do mercado musical e, sobretudo, demarcar a indelével presença da música pelos mais diversos campos e atividades econômicas.

Ricardo Cantaluppi, músico, atua há 40 anos como produtor musical, coordenador de A&R (artista e repertório), diretor e roteirista de shows musicais, diretor de produção de filmes musicais, projetista e diretor de artes na criação de embalagens de produtos fonográficos e audiovisuais musicais. Com passagens pelas gravadoras Polygram (atual Universal), Abril Music, Deckdisc e Kuarup Música, desde 2017 vem aplicando seus conhecimentos transdisciplinares na coordenação de oficinas, workshops e cursos na área da Economia da Música.


OFICINA PERSONAS ANÔNIMAS - MÁSCARAS EM UPCYCLING

Coordenação: Daniel Normal

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 23/3 a 6/4

20 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: pessoas a partir de 16 anos. Interessados em processos artísticos.

Materiais necessários: materiais que seriam descartados (em especial roupas, acessórios, embalagens, caixas, etc), cola quente, tesouras, estiletes, agulhas e linhas, cola branca, cola de tecido, grampeador.

Link pro formulário: https://forms.gle/CCFwdS1oAKTg63nd9

Sinopse:

Os participantes poderão criar novas personas e/ou seres que os representem como identidade através de máscaras, utilizando das técnicas de upcycling, que é o processo de criar algo novo e melhor a partir de itens antigos. Em contraste com a reutilização ou a reciclagem, o Upcycling usa materiais existentes para melhorar os originais.

Daniel Normal é arte-educador e artista visual da zona leste de São Paulo, e atualmente trabalha com foco em educação inclusiva. Faz parte do Coletivo Mirante. Em suas produções se utiliza das técnicas de upcycling, aquarela, acrílica e xilogravura.

 

OFICINA - AMOR ROMÂNTICO E VIOLÊNCIAS DE GÊNERO: ANÁLISE DAS MÍDIAS DE MASSA

Coordenação: Amanda Rosa

Datas e horários: 20, 22, 27 e 29 de abril, das 18h às 20h

Inscrições: 23/3 a 6/4

40 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo:artistas, produtoras(es) de conteúdo, educadoras(es) e demais interessadas(os)..

Link pra inscrição: https://forms.gle/ky47pTLAMkfSjP2L7

Sinopse:

Pretende-se que os participantes pensem criticamente sobre o conceito de “amor romântico”, comumente difundido nas mídias de massa. Trata-se de ponderar como os indivíduos naturalizam este “ideal de felicidade” que, analisado na atualidade, torna-se um dos pressupostos para as violências de gênero, sobretudo nas relações afetivo-sexuais.

Amanda Rosa é professora de filosofia do ensino médio, no Estado de Minas Gerais, pós-graduanda em História e Cultura Afro-brasileira e Africana, com formações pertinentes à educação para as relações étnico-raciais, e de gênero. Pesquisa temáticas das relações de gênero, feminismo negro e as representações da mulher negra na sociedade.





OFICINA: ENTRE E SAIAS - PEQUENOS RECORTES DE UMA BRINCADEIRA DANÇADA PARA QUARTOS, SALAS E COZINHAS

Coordenação: Fernanda Iannuzzi

Datas e horários: 26, 28 e 30 de abril, das 10h às 12h

Inscrições: 31/3 a 14/4

20 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Interessados a partir de 16 anos.

Materiais necessários: Tesoura e recortes de tecidos de 1,5m x 1,5m (pode ser improvisado com toalhas de mesa e lençol sem uso). O tecido escolhido será recortado e se transformará em uma

saia.

Link pra inscrição: https://forms.gle/qa5JDTLKBdrqsWXb8

Sinopse:

A atividade propõe a construção de uma dança através do objeto saia e da sensação de girar em formato pensado para os espaços da casa. Se contaminando das danças brasileiras como ponto de partida desses experimentos dançantes com saias, os participantes poderão experimentar algumas danças coletivas do universo da cultura popular brasileira, de forma individualizada, aguçando suas próprias danças internas, que se conectam com as saias e com os ambientes da casa. A experiência propõe a reflexão: quem comanda o movimento? A saia objeto? O corpo expressivo? A alma sensível?

Fernanda Iannuzzi é arte-educadora, bailarina-brincante, coreógrafa e pesquisadora em dança. Iniciou seus estudos em dança através do ballet clássico, passando pela dança contemporânea e técnicas de contato-improviso, atualmente tem como foco de estudos e pesquisas experimentar o corpo brincante, presente em cada um de nós. É licenciada em Educação Física com especialização em Dança. Dançou em importantes companhias da região da Baixada Santista e Grande ABC, realizando espetáculos nacionais e internacionais em festivais, mostras, bienais e demais eventos do cenário da dança. Realizou projetos dentro e fora do país, tendo seus trabalhos apresentados em palcos do Paraguai, Argentina e Portugal.


CLUBE DE LEITURA e ESCRITA na PANDEMIA: CRÔNICAS PARA VER, VIVER E DESDOBRAR A VIDA EM PALAVRAS

Coordenação: Helena Silvestre

Datas e horários: 1, 5, 7, 12,14, 19, 26 e 28 de abril, das 18h às 20h

Inscrições: 10 a 24/3

50 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: a partir de 16 anos

Link para inscrição: https://forms.gle/DMR9ZJNTP7HRKj5z9


Sinopse:

A pandemia limitou a nossa movimentação pelos lugares e restringiu os cenários que tocamos com nossos olhos e com nossos corpos.

No entanto, a literatura sempre foi uma janela para viajar a outros mundos e, ao mesmo tempo, uma lente que permite ver, nos mesmos lugares, realidades novas.

Atravessaremos o portal das crônicas, leremos juntos autoras do gênero e faremos exercícios de enxergar e escrever sobre os mundos diversos que coabitam nosso cotidiano.



OFICINA: DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E PORTFÓLIOS

Coordenação: Natalie  Mirêdia

Datas e horários: 5, 7, 9 e 13 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 10 a 24/3

25 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Jovens, estudantes, artistas, agentes culturais, profissionais da área de arte e cultura, interessados em documentação de artista em geral, arte educadores.

Link para inscrição: https://forms.gle/Z1t8RCTyJHxL2JTZ8


Sinopse:

Esta oficina visa realizar o acompanhamento de diferentes projetos na área de arte e cultura em geral. Os conteúdos a serem discutidos visam incentivar a produção de cada participante através da leitura de portfólio, comentários críticos e orientações de cunho prático e teórico. A ideia é que os participantes possam apresentar seus trabalhos, projetos ou portfólios, com dúvidas e questões e, em seguida, recebam os comentários da artista educadora e dos demais integrantes do grupo, fomentando um debate construtivo para todos. Os encontros fornecem impulsos para o processo criativo de cada um e atuam também na formação do repertório e das bases conceituais que sustentam a produção artística

Natalie Mirêdia é mestranda na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo em Artes Visuais. Possui pesquisa na área de Teoria e História da Arte Moderna e Contemporânea e Processos Criativos. Trabalha com performance, fotografia, vídeo, objeto e instalação. Participou de exposições no Brasil e no exterior, como no Instituto Tomie Ohtake, nas Caixas Culturais, Academia de Teatro de Helsinki, Centro Le Lieu en Art Actuel, no Canadá, Núcleo Arts Centre, no Reino Unido, Centro Cultural Manzana de la Riviera, no Paraguai. Trabalha também com arte educação, produção cultural e curadoria.



OFICINA: UMA LENTE SOBRE O FEMINISMO - REGISTROS AUDIOVISUAIS SOBRE A LUTA FEMINISTA A PARTIR DOS ANOS 80

Coordenação: Rita Quadros e Vitória Bredoff

Datas e horários: 5, 6 e 7 de abril, das 18h às 20h

Inscrições: 10 a 24/3

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Interessados a partir de 16 anos.

Link pra inscrição:https://forms.gle/mJT7dtheWEvkDpLr7


Sinopse:

Cada um dos encontros será composto pela exibição de um filme-documentário (os links serão disponibilizados durante cada encontro) que registra diferentes aspectos da luta feminista: diversidade sexual, raça, feminicídio, violência contra a mulher, moradia, saúde, educação e creche, seguido de um momento expositivo e roda de conversa. Além disso, a atividade contará com indicação bibliográfica e os textos serão disponibilizados em formato PDF para as participantes da atividade.


Rita Quadros colabora com a curadoria e a produção executiva do coletivo e cineclube Cine Sapatão. Com atuação concentrada na cidade de São Paulo, integrou a coordenação do cineclube Cine Mulher entre os anos de 2008 e 2011. Participou do processo organizativo de três Paradas do Orgulho LGBT no período de 1997 a 1999, bem como de Caminhadas Lésbicas a partir de 2003, momento em que atuava no Grupo Umas & Outras e na Liga Brasileira de Lésbicas. Como funcionária pública municipal, prestou serviço na Secretaria Municipal de Cultura, onde integrou por três anos (2015-2017) a Comissão de Seleção do VAI - Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais, sendo presidenta da Comissão em 2016 e 2017. Em 2020 fez a tutoria do curso Cidadania LGBT da Fundação Perseu Abramo.


Vitória Bredoff - Cientista social em formação na Universidade de São Paulo e participante do Clube da Escrita Valente (Jundiaí/SP), coletivo autogestionado destinado para a escrita como ferramenta de cooperação e solidariedade para/entre mulheres. Co-organizadora do coletivo e cineclube CineSapatão, trabalhando na curadoria, mediação dos eventos, debates e comunicação. Entre outras produções, participou do cine-debate “Amor Maldito”, com a diretora Viviane Ferreira, e a mesa “Lésbicas e produção audiovisual: diálogos entre ativistas e pesquisadoras”. Em 2018 participou da produção do curta-metragem "É dia de Folia de Reis", dirigido por Cleiner Micceno, que documentou um pouco da trajetória da Companhia de Santos Reis Luz Divina (Várzea Paulista-SP), trabalhando na fotografia, captação de som e pré-produção.



OFICINA DE DUBLAGEM

Coordenação:  Thais Lucena

Datas e horários

Turma A: 6, 8, 13 e 15 de abril, das 10h às 12h

Turma B: 12, 14, 16 e 19 de abril, das 10h às 12h

Inscrições: 10 a 24/3

8 Vagas por turma

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Atrizes e atores interessados em aprender as ferramentas e técnicas da dublagem. A partir de 16 anos.

Materiais necessários: Computador conectado à internet, fone de ouvido, rede wifi

Link do formulário:https://forms.gle/eC4WGLzNKM8p5Sfx5


Sinopse:

A atividade oferecerá a atrizes e atores ferramentas para iniciar sua trajetória na área da dublagem compartilhando técnicas, dicas e outras informações relevantes sobre a técnica em desenhos, filmes e reality shows.


Thais Lucena é atriz, dubladora e astrológa. É professora na Central de Dublagem Dubrasil há 4 anos. Em 2013 começou sua carreira como dubladora, tendo atualmente participado de diversos filmes, desenhos, séries, novelas, realities, dentre os mais famosos Game of Thrones, emprestando a voz para a personagem Missandei e atua na área desde então.



OFICINA: FOTOGRAFIA BÁSICA - COMPOSIÇÃO E ENQUADRAMENTO

Coordenação: Henriique

Datas e horários: 6, 8, 13 e 15 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 10 a 24/3

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Fotógrafos iniciantes, a partir de 16 anos, ou qualquer pessoa interessada em fotografia.

Não é necessário conhecimento prévio, mas é importante ter curiosidade sobre a fotografia.

Materiais necessários: câmera fotográfica ou celular com câmera.

Link para inscrição: https://forms.gle/aQvtVi8DBHZkMe6p6


Sinopse:

Esta oficina tem como objetivo apresentar os princípios básicos da fotografia digital e a importância da composição e do enquadramento como meios de expressão na linguagem fotográfica. O processo inclui apresentação de referências, exercícios práticos e análise de imagens.


Henrique Oliveira, que tem formação inicial em exatas, trocou os números por pessoas em 2013, quando foi convidado para participar do laboratório “Decrescimento” com curadoria do fotógrafo ítalo-belga Steve Bisson, na residência artística da FAAP, que culminou em uma exposição na Galeria Virgílio onde seu trabalho foi exposto em conjunto com outros artistas do Brasil, França, Itália e EUA. Tem feito inúmeros trabalhos como fotógrafo profissional, incluindo publicação no Photo Vogue, sessão online da Vogue Italiana. Como assistente para o fotógrafo e documentarista brasileiro Renato Stockler, trabalhou na produção de documentários e vídeos para prêmios importantes como Prêmio Empreendedor Social da Folha de São Paulo e Prêmio Citi Jovens Microempreendedores do Citibank, retratos corporativos para Itaú, Santander, Revista Época e TV Bandeirantes. Mais informações no site: www.henriique.com.



OFICINA - O INCONSCIENTE CRIATIVO: UM ESTUDO SOBRE ATUAÇÃO E VIDA

Coordenação: Patrícia Teixeira

Datas e horários: 6, 8, 13, 15 e 20 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 10 a 24/3

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Estudantes de teatro, de cinema, de vídeo, artistas e educadores e/ou profissionais de áreas afins.

Link pra inscrição: https://forms.gle/P78Hu1wct6XUi4ZW6


Sinopse:

A atividade propõe uma leitura simbólica da realidade cênica e performática, a partir dos conceitos junguianos como possibilidade de ampliação do olhar do ator/atriz no que concerne à sua atuação e os símbolos envolvidos na relação entre arte e vida, oferecendo uma possibilidade de apreensão de conteúdos inconscientes no processo criativo e no processo de vida.


Patricia Teixeira é atriz e professora de teatro com formação pela UNI-RIO e direção teatral pela Escola Célia Helena. Diretora da Cia. Coexistir de Teatro. Especialista no método Stanislavski de Teatro pelo GITS em Moscou. Psicóloga, especialista em abordagem junguiana pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Psicologia Clínica e doutoranda pela PUC-SP. Professora universitária da PUC e UNIP. Coordenadora do Eixo temático “Formação, técnicas e práticas do artista teatral e da Coleção Artes em Cena e da coleção “Diálogos com a Psicologia Analítica”, ambos, da editora Paco. Coordenadora do projeto Teatro Intra-muros na Penitenciária Feminina da Capital de São Paulo desde 2008. Professora de teatro do projeto “Desenvolvendo Talentos” da Fundação Dorina Nowill para Cegos e em oficinas culturais da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.


OFICINA: ÓRGÃOS E ASTROS | ESCRITA DE CINEMA & LITERATURA

Coordenação: Ana Paula Ferraz e Julia Almeida Alquéres

Datas e horários: 9, 16, 23 e 30 de abril, das 14h às 16h

Inscrições: 15 a 28/3

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Interessados a partir de 16 anos.

Materiais necessários:

Link pra inscrição: https://forms.gle/gzhEhVzgKxYkuib59


A experiência de um corpo no mundo é o ponto de partida dessa oficina de escrita para uma

sondagem que mistura o texto literário e cinematográfico. Aberta a todas as pessoas

interessadas numa experiência poética da escrita e nas relações entre imagem e palavra.


Ana Paula Ferraz é escritora e pesquisadora. Doutoranda na FFLCH-USP e integrante do Lápis - grupo de pesquisa em criação literária, na mesma escola. Em 2018, realizou estágio em pesquisa na Universidade do Porto, com bolsa concedida pela Cátedra Jaime Cortesão, com apoio do Instituto Camões. É autora da narrativa inédita Brilhante.Clítoris.


Julia Almeida Alquéres é professora e escritora de filmes. Dá aulas em escolas e cursos livres. Estudou o livro Photomaton & Vox, de Herberto Helder, no mestrado em Teoria Literária na FFLCH-USP e é autora de azul vazante, curta-metragem híbrido que se desenrola a partir de uma mulher trans acamada em um leito hospitalar em praça pública, com seu esmalte azul.



OFICINA: O PODER DAS NARRATIVAS EM TEMPOS CRISE

Coordenação: Adriana Campos e Caterina Rino (Collectivus de Leitura)

Datas e horários: 12, 14 e 16 de abril, das 14h às 16h.

Inscrições: 15 a 28/3

20 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: Educadores, outros profissionais da educação das Redes Públicas de Ensino e

Educação dos Municípios do Estado de São Paulo, mães, pais e/ou cuidadores.


Link pro formulário:https://forms.gle/RmEhndLmK3u1hUBX7


Sinopse:

A oficina reflete sobre as potências das trocas narrativas e sobre as estratégias possíveis para constituí-las no cotidiano familiar, escolar e/ou comunitário, entendendo que compartilhar experiências narrativas, literárias ou ordinárias é um dispositivo benéfico e oportuno em contextos de crise individual ou coletiva como as que vivenciamos na atualidade. A palavra, nestes contextos, é uma potente possibilidade de troca de afetos. Ler não passa somente pela capacidade de decodificação das palavras, atravessa e (re) constrói subjetividades, dá sentido ao uso da palavra.


Adriana Campos é cientista social formada pela FFLCH/USP e Especialista em Cultura e Meios de Comunicação pela PUC/COGEAE-SP, é membro fundadora do Collectivus de Leitura, mediadora de leitura, pesquisadora e formadora desde 2003 vem atuando em projetos sociais sob a perspectiva das esferas da educação, saúde, arte e cultura voltados para infância, adolescentes, jovens e adultos.


Caterina Rino é cientista social formada pela FESP/SP. Membro fundadora do Collectivus de Leitura e Mediadora de Leitura desde 2011. Pesquisadora de questões raciais e mobilizadora de práticas antirracistas junto a escolas de ensino privado e público. Especialista em Narração de Histórias pela A Casa Tombada.




OFICINA - NÓS JÁ CONHECÍAMOS A BELEZA ANTES DELA EXISTIR: IMAGEM E AUTOIMAGEM DO NEGRO NA ARTE E NA CULTURA VISUAL

Coordenação: Elidayana Alexandrino

Datas e horários: 13, 15, 20 e 22 de abril, das 18h às 20h

Inscrições: 15 a 28/3

30 Vagas

Plataforma: Zoom

Público-alvo: A partir dos 16 anos, estudantes, professores, artistas e interessados em geral.

Materiais necessários:

Link pro formulário: https://forms.gle/QS2yTZgDysn6NXgY9

Sinopse:

A proposta do curso é apresentar a produção visual de artistas africanos e afrodescentes, observar como contam suas próprias narrativas por meio de diferentes linguagens num movimento de valorização da cultura e beleza negra. De forma anacrônica analisar representações do negro ao longo da história, levantando aspectos do olhar colonial que contribui até os dias de hoje para manutenção dos estereótipos impregnados no inconsciente coletivo.


Elidayana Alexandrino é artista visual, educadora e pesquisadora, graduada em Artes Plásticas, licenciada em Educação Artística pela Universidade Braz Cubas (UBC). Desde 2012 atua em museus e centros culturais, desenvolvendo visitas educativas, oficinas e curadorias. Utiliza a fotografia como suporte de expressão e desenvolve pesquisas em que relaciona imagem, memória e cotidiano, entre elas o Projeto Narrativas que se encontram, conjunto de imagens que dialogam entre si.

Projeto Afro: https://projetoafro.com/artista/elidayana-alexandrino/

Instagram: https://www.instagram.com/narrativas_que_se_encontram/

Artistas Latinas: https://www.artistaslatinas.com.br/artistas-1/elidayana-alexandrino

Confira todos os vídeos de formações culturais gravados, os quais podem ser assistidos a qualquer momento no canal: 
youtube.com/OficinasCulturaisdoEstadodeSaoPaulo

Quaisquer dúvidas, entrar em contato pelo email  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Programa de Formação para o Interior



     


   Rua Cel. Souza Franco, 795, Centro


Mogi das Cruzes/SP - CEP 08710-020




   11  4798-6900
 
 culturamogi@pmmc.com.br


 

 


 
 
 
 

 Cultura 
   Mogi

 

Cultura Mogi

  

Theatro Vasques

  

Centro Cultural

  

Cultura Mogi

  

Cultura Mogi